0 comments on “Queres ganhar esta cadeira gaming?”

Queres ganhar esta cadeira gaming?

Queres ganhar esta cadeira gaming?

Participa no passatempo em baixo para ganhares uma fantástica cadeira gaming Z8 Extreme.

No final do passatempo, dia 13 de Abril o participante com mais pontos ganha.

Como conquistar pontos?

Participa nos desafios em baixo para ganhares os respectivos pontos. Depois de conquistados os pontos de cada desafio, apenas tens de partilhar o máximo que conseguires para convidares outros participantes. Todos os participantes que se inscrevam apartir da tua partilha ganhas 1 ponto. O participante convidado não precisa concorrer, basta inscrever-se para ganhares o ponto.

Quantas mais partilhas e mais participantes trouxeres, mais chances tens de ganhar.

Boa sorte!

Cadeira Gaming Z8 Extreme

 

0 comments on “Razer DeathAdder Elite – O melhor Rato segundo a TechSpot”

Razer DeathAdder Elite – O melhor Rato segundo a TechSpot

Segundo o prestigiado portal de tecnologia TECHSPOT o rato Razer DeathAdder Elite é o melhor rato para Gamers e entusiastas.

“O Razer DeathAdder é consistentemente mencionado e escolhido por revisores e jogadores como o rato gaming superior em torno – também foi a nossa melhor escolha geral no ano passado. A versão mais recente do DeathAdder apelidado de ‘Elite’ mantém o mesmo design confortável e ergonómico que conhecemos e amamos, mas com algumas melhorias dentro e por fora, incluindo um novo “Sensor Óptico 5G” capaz de rastrear até 16.000 DPI a 450 Polegadas por segundo.
Razer afirma que o DeathAdder Elite tem a maior precisão de resolução já gravada em um rato gaming em 99,4%. Você raramente vai usar o rato na sua sensibilidade máxima, mas podemos dizer-lhe depois de usar o Elite por alguns meses que acompanha o movimento com precisão impecável.
O design global não mudou, o que é uma coisa boa, já que já era um rato gaming confortável e ergonómico. Dito isto, além dos dois bem colocados, amplos botões laterais, o DeathAdder Elite adicionou botões DPI abaixo do scroll para rápida mudança durante o jogo. O scroll em si também foi redesenhado com solavancos minúsculos para o aperto extra.
A Razer trabalhou com a Omron nos switches mecânicos da Elite e afirma que eles são “ajustados para os tempos de resposta mais rápidos para jogos e para uma durabilidade prolongada de até 50 milhões de cliques.” A longevidade é especialmente importante aqui, devido ao histórico misto do DeathAdder neste departamento. 
O Elite utiliza o sistema de iluminação Chroma da Razer para que possa personalizar a sua utilização utilizando o software que o acompanha. Não gostamos que o software Razer Synapse exija criar uma conta para usá-lo – um aborrecimento um tanto desnecessário se você não se importar com o armazenamento baseado em nuvem para configurações de jogos personalizadas – no entanto, temos de admitir que o software da Razer continuou a melhorar E agora apenas funciona em segundo plano, a menos que convocado, que é o caminho que deve ser.

O DeathAdder é extremamente confortável de usar mesmo em sessões de jogos prolongadas e com aproximadamente 100 gramas desliza facilmente através de uma superfície de rato.”

Compra aqui na ONBIT o teu rato Razer

 

Artigo completo da Techspot aqui

0 comments on “Depois de experimentar um teclado mecânico nunca mais voltará atrás…”

Depois de experimentar um teclado mecânico nunca mais voltará atrás…

Teclados mecânicos são fundamentalmente diferentes e mais difíceis de serem encontrados do que os convencionais. Ao contrário dos modelos que usam membranas e que normalmente acompanham os PCs, os mecânicos oferecem um mecanismo separado para cada botão, resultando em melhor feedback e mais durabilidade.

Na prática, se digita uma letra num teclado convencional, a pressão faz com que três membranas de silicone e borracha encostem umas nas outras, fechando o circuito e enviado o sinal ao computador. O maior problema é que essas camadas formam um tecido que passa por baixo de todas as teclas ao mesmo tempo, tornando a digitação mais propensa a erros.

Num teclado mecânico, por outro lado, não há perigo de o computador entender que você está pressionando a letra errada, porque cada tecla tem um conjunto de interruptor e mola próprio para enviar o sinal. O resultado é um teclado com resposta mais clara ao usuário, que minimiza erros e é muito mais durável.

Tipos de teclado mecânico

Há seis tipos de teclado mecânico, que variam conforme o tipo de mecanismo empregado em baixo de cada tecla: Cherry MX Black, Cherry MX Red, Cherry MX Brown, Cherry MX Blue, Cherry MX Green e Cherry MX Clear. Esses mecanismos se diferenciam, basicamente, pela resistência da mola e consequente força necessária para serem pressionados, sendo o modelo Black o mais suave e o Clear o mais duro.

tipos

Outro factor importante na hora de escolher o teclado mecânico ideal para é o som emitido pelas teclas. Como o sistema é baseado num mecanismo físico, o material do interruptor e a resistência da mola vão ditar o “clique” ouvido quando uma tecla é pressionada. Os tipos Cherry MX Brown são conhecidos pelo som mais alto e agudo, enquanto os Cherry MX Black são os mais silenciosos.

Teclados mecânicos são mais caros e mais procurados por gamers, a maioria deles utiliza o mecanismo Cherry MX Red, que é o mais popular entre os teclados mecânicos por proporcionar, para muitos, o equilíbrio ideal entre som, resposta de toque e resistência.

 

Todos os teclados mecânicos disponíveis na Onbit

 

Os mais vendidos:

Teclado Mecânico Nox Krom Kratos Red Switch (PT)

Teclado Ozone Strike Pro PT MX Red

Teclado Ozone Strike X30 Mechanical Cherry Mx-Red PT

Teclado Mecânico Ozone Strike Battle Spectra PT Cherry MX Red

 

A marcas mais procuradas:

 

 

 

0 comments on “É assim que o Game Mode do Windows 10 vai acelerar seus jogos”

É assim que o Game Mode do Windows 10 vai acelerar seus jogos

Uma atualização para o Windows 10, chamada Creatores Update, será lançada nos próximos meses com foco no conteúdo 3D e em jogos. Um dos novos recursos se chama Game Mode, e promete aumentar o desempenho de títulos para PC. Durante a Game Developers Conference, a Microsoft explicou como isso funciona.
Segundo o Ars Technica, o Windows normalmente considera um jogo como apenas um processo entre muitos outros. Com o Game Mode, o sistema dedica recursos do CPU exclusivamente para esse processo do jogo, e faz a placa de vídeo (ou chip gráfico) dar o máximo de atenção possível para ele também.

O Game Mode aloca a maioria dos núcleos do processador exclusivamente para o jogo, melhorando o desempenho. Por exemplo, se seu CPU tem oito núcleos, seis deles poderiam ser dedicados ao jogo, dependendo dos outros processos em execução.

Além disso, o Game Mode aumenta ainda mais a prioridade para jogos acessarem a GPU, e permite que eles mantenham mais dados na memória da placa de vídeo (ou chip gráfico), para um desempenho mais fluido e maior nível de detalhes.

É o usuário quem decide se o Game Mode será ativado ou não, mas os desenvolvedores podem embutir uma função que analisa o sistema e decide se vale a pena ativar esse recurso por padrão.

 

Desde Janeiro é possível testar o Game Mode se for um utilizador do Windows 10 no programa insider. (É preciso ter a build 15019 ou superior.) Ative o recurso abrindo um jogo, pressionando Windows + G, clicando em Configurações e depois em “Usar Game Mode”.

O Creators Update deve ser lançado para todos os usuários do Windows 10 no primeiro semestre.